Quem sou

foto nazira.jpeg

Formação profissional

Sou médica graduada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS - em 1985.

Especializei-me em Ginecologia e Obstetrícia (RQE: 1135) e em Homeopatia (RQE: 2098).

Atuei na Obstetrícia por15 anos, na Associação de Amparo à Maternidade e Infância - AAMI - Campo Grande - MS, assistindo cerca de 1800 partos e dedicando-me à defesa do parto natural. 

 

Desde 1991 dedico-me ao aprofundamento dos conhecimentos de Medicina Ortomolecular, Medicina Natural e em áreas da psicologia que me capacitam para atuação individual e em grupos terapêuticos e educacionais. 

 

Atuo em clínica médica em consultório particular, há 36 anos.

Palestrante

Sexualidade Humana,

- Relacionamento conjugal

- Desenvolvimento  humano,

- Medicina Integral e Educação em Saúde

Consultorias

Consultora de projetos sociais e governamentais em saúde e desenvolvimento sociais (planejamento, implantação, monitoramento e avaliação).

 

Casada, mãe de 4 filhos, e avó de 4 netos.

Percurso profissional

1986Terapeuta Sexual pelo Centro de Sexologia de Brasília - CESEX

1987Educadora em Sexualidade pelo CESEX

1990 - 1995Fundadora e diretora do Hospital Naturalista Lotus em Campo Grande.

1995 -1997Formação em Gestalterapia pelo Instituto de Gestalt de Campo Grande

1999Psicodramatista Socioeducacional pela FEBRAP

2003Mestre em Saúde Coletiva pela UFMS

1998 - 2003Diretora da ONG Interativa - Projetos e Intervenção, instituição de educação em saúde, sexualidade e defesa dos direitos da mulher e das populações indígenas.

2003 - 2006Consultora da UNESCO para saúde Indígena - FUNASA

2013 - 2017Fundadora e diretora do Instituto Aleema – Saúde e Consciência; Criadora e ministrante do Programa Comunidades de Autocuidado.

A aprendizado e a experiência estimularam a ampliação da prática médica para a Educaçao em Saúde

Mais que o o tratamento médico, a forma como alimentamos nosso ser é profundamente transformadora e curativa. Parafraseando Hipócrates, o pai da Medicina, aprendi que, mais que o alimento, o conhecimento é  nossa medicina e que sua prática tanto permite a cura quanto contribui para mais qualidade de vida de toda a sociedade e para a proteção do nosso ambiente. Nesse sentido, cada indivíduo precisa aprender a ser seu próprio médico. À medicina que compete a cada indivíduo chamo de Medicina do Autocuidado.
Medicina do Autocuidado

O conhecimento dos fatores causais de adoecimento (mudanças climáticas, interferentes ambientais, composição nutricional e química  dos alimentos, atividade física, produtos de cuidado pessoal, químicos na limpeza doméstica etc) e de como o organismo reage para se defender, proporciona uma postura ativa e consciente para o cuidado e recuperação da saúde.

A filosofia do processo educativo para a saúde denominamos Díaita, palavra grega que significa as regras da saúde. 

A Recuperação da Saúde pelo Autocuidado é um processo que compreende fases evolutivas para a conquista da autonomia. 

Desintoxicação e resgate da energia

Na primeira fase do processo você aprende como os fatores externos lhe afetam, resgata a vitalidade e se sente leve; percebe como é simples o que precisa para recuperar a saúde e alegria de viver.

Conhecimento e poder de transformação

Na segunda fase torna-se claro como fortalecer e equilibrar seu organismo e evitar os elementos e condicionamentos que afetam sua saúde e sua expressão no mundo.

Exercício da liberdade e criatividade

Na terceira fase você configura seus critérios de escolha, treina sua assertividade, sente-se livre para sua autêntica e plena expressão.

Você pode aprender a Medicina do Autocuidado no Programa Saúde e Vida Plena 

Individualmente

On line ou presencial

 

Conheça nosso plano e inscreva-se.

Reunião de grupo